Escolha uma Página

Enfrentar o extermínio da juventude negra, pobre e periférica,  com  estratégias de redução da mortalidade e encarceramento desta população. 

Um governo com e para a juventude. Acreditamos na juventude como sujeito de direitos. Por isso, nossas ações e programas serão desenvolvidas com participação e diálogo. Vamos implementar políticas de promoção dos direitos das juventudes no estado do Rio de Janeiro, orientadas pelo apoio à autonomia e emancipação dos jovens.

Nosso governo também vai valorizar a diversidade que compõe a juventude fluminense, incluindo ações para superar os desafios e as necessidades da juventude negra, da juventude LGBT+, das mulheres jovens, da juventude rural, da juventude indígena e das comunidades tradicionais, e enfrentar as desigualdades nas cidades, no campo, nas periferias. Os espaços de participação dos jovens de todas as regiões do estado serão fortalecidos e ampliados, incluindo o Conselho Estadual de Juventude e as Conferências de Juventude.

O direito da Juventude à Educação

O governo Marcia Tiburi terá a marca da educação. Vamos ampliar o acesso das/dos jovens à educação, envolvendo todas as modalidades, desde o fundamental, ensino médio, profissionalizante, técnico e tecnológico, ensino superior, EJA, ensino à distância.

O ensino médio no estado será revolucionado, com a melhoria das escolas, aumento de vagas e construção de um currículo que dialogue com as juventudes e promova o reconhecimento e o respeito à diversidade étnico-racial, cultural, religiosa, de gênero e de pessoas com deficiências.

Vamos enfrentar a evasão de jovens no ensino médio, principal responsabilidade do estado e onde hoje encontra-se o maior gargalo do abandono escolar.

Programa Renda Estudo

Vamos instituir o Programa Renda Estudo, dando condições para que o jovem de baixa renda possa seguir seus estudos e consiga chegar mais preparado e competitivo ao mercado de trabalho. O programa vai incluir:

  • Bolsa mensal de R$ 200 reais para a(o) responsável pelo estudante, cuja família está no Cadastro Único do governo federal, cursar e permanecer no ensino médio ou técnico. Um prêmio de R$ 500 para quem alcançar a nota de 500 pontos no Enem. O benefício poderá ser acessado mensalmente pela família do estudante. Não é uma poupança, modelo que já se mostrou fracassado no governo Cabral. Os recursos virão do Fundo Estadual de Combate à Pobreza. A médio prazo, o programa acaba desonerando o estado, já que reduzirá drasticamente a repetência e a evasão escolar.
  • Sistema de Tutoria. O jovem será acompanhado em sua trajetória escolar e vai, junto com o tutor, refletir e elaborar seu plano de desenvolvimento para construir perspectivas concretas, a partir dos seus interesses e desejos.

 

O direito da Juventude à Cultura

O Rio de Janeiro tem milhares de jovens que, individualmente ou em grupos, produzem cultura. É uma força potente e transformadora, que borbulha por todos os cantos do estado, mas que continua muito invisibilizada. Não há políticas públicas à altura desta imensa produção cultural. Vamos ampliar o acesso à cultura em sua diversidade, de mãos dadas com a educação e favorecendo a mobilidade dos jovens.

O Programa Jovem Faz Cultura vai ser parceiro destes jovens por meio de editais para financiamento de microprojetos de até R$ 15 mil. Um grupo de hip hop poderá adquirir seu equipamento de som e luz e fazer os primeiros shows estruturados em sua comunidade. Uma companhia de teatro terá a oportunidade de realizar circuitos por escolas do interior do estado. Um artista visual fará sua primeira exposição. Tudo com pouca burocracia e muito resultado!

O direito da Juventude ao Trabalho Digno

O Rio tem hoje a maior quantidade de jovens com mais de 18 anos desempregados do Brasil. Vamos melhorar a vida das famílias e promover o acesso ao trabalho digno para os jovens, incentivando sempre o caminho da educação.

A Lei Jovem Aprendiz será incentivada no estado, com fiscalização e combate à precarização e informalidade do trabalho juvenil. Todas as empresas públicas vão ter o programa Jovem Aprendiz. Teremos como critério de credenciamento de empresas para licitação de serviços ao estado a adesão ao Programa Jovem Aprendiz. As jornadas de trabalho de 6 horas serão fiscalizadas e formalizadas como previsto na lei.  Para as jovens, vamos garantir, em cooperação, com as prefeituras o direito à creche como prioridade, especialmente nas empresas públicas.

O direito da Juventude à Segurança

Nosso compromisso é promover o direito à vida segura e ao desenvolvimento integral da juventude. Prioritariamente, vamos enfrentar o extermínio da juventude negra, pobre e periférica, com estratégias de superação da mortalidade e encarceramento desta população. Para isso, vamos criar o programa de valorização e defesa da vida da nossa juventude, com cooperação entre o poder executivo, legislativo e judiciário, ampliando o acesso à justiça.

Vamos combater o racismo institucional junto com a sociedade civil. Os equipamentos públicos de lazer, esporte e cultura serão ampliados e fortalecidos. Levaremos iluminação pública e saneamento para onde for mais necessário. Vamos garantir os direitos da juventude encarcerada com educação, formação profissional, saúde e condições dignas.

O direito da Juventude à Mobilidade

Vamos garantir que os jovens de todo o estado tenham o seu ID Jovem, um dos direitos assegurados pelo Estatuto da Juventude sancionado pelo governo do PT em 2015. O ID Jovem é um documento para jovens entre 15 e 29 anos, de famílias incluídas no Cadastro Único, que garante ao jovem de baixa renda o direito à mobilidade urbana, com descontos em ônibus interestaduais. Em cada viagem, a empresa fornece duas gratuidades e duas meia-passagens para este segmento.

Esse benefício será ampliado, passando a oferecer duas gratuidades e duas meia-passagens também em viagens de ônibus intermunicipais de longa distância, dentro do estado. O jovem deste segmento vai pagar meia-passagem em viagens intermunicipais de até 120 quilômetros, independentemente da quantidade de assentos usados. É preciso garantir, por exemplo, que o jovem que mora em Caxias consiga chegar na UERJ.

O programa de governo ainda está em fase de discussão com diversos setores da sociedade. Você pode enviar sua contribuição para nosso e-mail: [email protected]

Doe para a campanha

Sabe aquelas campanhas que trazem a oportunidade de mudar? Sabe aquelas candidaturas inesperadas, que dão a chance de enfrentar os problemas com coragem e alegria? Assim é a candidatura de Marcia Tiburi. Estamos reunindo esforços, todo dia, para que Marcia esteja perto das pessoas e das comunidades, para que possa se apresentar e conversar com a população do Rio de Janeiro. Um trabalho sério e verdadeiro, com uma equipe engajada. Sabemos que a maneira de fazer política deve também mudar. Essa candidatura entra de cabeça na transparência e na verdade. Abrimos nosso financiamento coletivo de campanha para quem quiser e puder doar uma quantia pequena, média ou grande, e fazer parte atuante desse processo. A campanha Marcia Tiburi é para aqueles que sabem que estamos diante de uma oportunidade de resgate do Rio de Janeiro.
Marcia Governadora é você no governo.

Outro valor:
Share This