Escolha uma Página

É o momento de garantir a cultura em todo o estado como direito de cidadania e colher os frutos para o desenvolvimento do Rio. Vamos apoiar a produção cultural em sua diversidade e promover ampliação do acesso e do consumo de cultura. A cultura é fator fundamental na autocompreensão do povo do Rio de Janeiro, consolidando valores e transformando de vidas. É o nosso caminho para um Rio mais feliz!

Essa aposta coletiva na cultura do Rio de Janeiro vai movimentar trabalhadoras e trabalhadores do setor, produtores culturais de todos os cantos e das diversas expressões artísticas, pontos de cultura, turismo cultural em todas as regiões, valorização do artesanato, manifestações populares, literatura, dança, música, pintura, escultura, desenho, audiovisual, fotografia.

O setor da cultura contribui com cerca de 4% do PIB do estado, gera empregos e é a principal fonte de renda de milhares de pessoas no estado. O Brasil desenvolveu nos governos Lula uma política cultural que se tornou referência no mundo, com disseminação de pontos de cultura, apoio às manifestações locais, organização do fomento, articulação do sistema, diálogo e participação por meio de conselhos e conferências.

Políticas para Cultura

O golpe de 2016 atingiu duramente a cultura. Os governos Cabral e Pezão esquartejaram o sistema estadual de cultura e partes fundamentais foram abandonadas. Soma-se ainda a dificuldade de manutenção dos equipamentos, a desorganização da gestão e a informação.

Nosso governo vai resgatar e fortalecer os equipamentos públicos de cultura do estado, incluindo museus, casas, teatros, salas, bibliotecas parques e as fundações. Além de descentralizar os equipamentos culturais.

Vamos ampliar acesso à cultura, em articulação com a educação e demais políticas públicas, com o uso da internet e digitalização de conteúdo. Articulados ao Plano Nacional de Cultura, que será implementado pelo PT no governo federal, vamos garantir um ponto de cultura em cada município, em cada bairro nas áreas urbanas, em cada distrito nas áreas rurais.

A cultura é por si só de natureza transversal. O conjunto de secretarias do estado, educação, saúde, turismo, desenvolvimento, entre outras, estarão articuladas para a promoção da cultura. Vamos avançar na articulação com os municípios e o governo para realização do Sistema Nacional de Cultura.

Vamos apoiar a formação, dando prioridade para escolas de artes estaduais e avançar na capacitação de técnicos, agentes culturais e gestores da cultura. A produção cultural já existente será apoiada com editais e programas, e novas fronteiras serão fomentadas por meio do incubadora Rio Criativo.

Temos o compromisso de fortalecer o turismo cultural em todas as regiões do estado e apoiar a economia da cultura, incluindo a economia, durante todo o ano e em todas as regiões.

Programa Jovem faz Cultura

O Rio de Janeiro tem milhares de jovens que, individualmente ou em grupos, produzem cultura. É uma força potente e transformadora, que borbulha por todos os cantos do estado, mas que continua muito invisibilizada. Não há políticas públicas à altura desta imensa produção cultural.

Vamos instituir o Programa Jovem Faz Cultura, que será parceiro destes jovens por meio de editais para financiamento de microprojetos. Um grupo de hip hop poderá adquirir seu equipamento de som e luz e fazer os primeiros shows estruturados na sua comunidade. Uma companhia de teatro terá a oportunidade de realizar circuitos por escolas do interior do estado. Um artista visual fará sua primeira exposição. Tudo com pouca burocracia e muito resultado!

Gestão competente e democrática

A Secretaria Estadual de Cultura será fortalecida. Vamos racionalizar e aperfeiçoar processos e garantir o orçamento da área. As informações serão organizadas e amplamente disponibilizadas, garantindo transparência e facilidade nas consultas.

Vamos reordenar a gestão dos equipamentos culturais, de acordo com suas funções, para otimizar recursos, fortalecer a especialização, e potencializar o relacionamento transversal quando necessário.

Temos o compromisso com a democratização da gestão estadual da cultura. Vamos fortalecer os conselhos e realizar as conferências, empreendendo um amplo diálogo com todos os setores. O estado do Rio de Janeiro terá seu Plano Estadual de Cultura construído de maneira democrática e participativa.

O programa de governo ainda está em fase de discussão com diversos setores da sociedade. Você pode enviar sua contribuição para nosso e-mail: [email protected]

Doe para a campanha

Sabe aquelas campanhas que trazem a oportunidade de mudar? Sabe aquelas candidaturas inesperadas, que dão a chance de enfrentar os problemas com coragem e alegria? Assim é a candidatura de Marcia Tiburi. Estamos reunindo esforços, todo dia, para que Marcia esteja perto das pessoas e das comunidades, para que possa se apresentar e conversar com a população do Rio de Janeiro. Um trabalho sério e verdadeiro, com uma equipe engajada. Sabemos que a maneira de fazer política deve também mudar. Essa candidatura entra de cabeça na transparência e na verdade. Abrimos nosso financiamento coletivo de campanha para quem quiser e puder doar uma quantia pequena, média ou grande, e fazer parte atuante desse processo. A campanha Marcia Tiburi é para aqueles que sabem que estamos diante de uma oportunidade de resgate do Rio de Janeiro.
Marcia Governadora é você no governo.

Outro valor:
Share This