Escolha uma Página

A direção fluminense do movimento social Consulta Popular lançou ontem (17/09) nota de apoio à chapa de Marcia Tiburi (PT) e Leonardo Giordano (PCdoB) para o Governo do Estado do Rio de Janeiro. A nota também traz o apoio aos candidatos Fernando Haddad (PT) e Manoela D’Ávila (PCdoB), respectivamente para a Presidência e a Vice-Presidência da República, do Senador Lindbergh Farias (PT) e do candidato ao Senado Chico Alencar (PSOL), além de outros candidatos à Câmara dos Deputados.

“A conquista de vitórias eleitorais é importante para dar suporte à luta de massas e na constituição de uma defesa ativa contra o avanço neoliberal e da onda fascista que, desde o golpe, deixaram as forças populares na defensiva. A perseguição implacável e a prisão de Lula escancaram a necessidade dos inimigos do povo legitimarem o programa golpista nas urnas”, diz a nota, que acrescenta ser “fundamental denunciar as campanhas golpistas e lutar pela liberdade de Lula”.

O documento também destaca que, mais que fortalecer, é preciso ajudar a construir as campanhas de parlamentares que fazem resistência ao golpe e colaborem para os objetivos estratégicos da luta do povo. “A vitória desse campo, reunido em torno da Frente Brasil Popular, coloca as forças populares em melhores condições para enfrentar a ofensiva dirigida pelo imperialismo na América Latina.”

Segundo a Consulta Popular, as candidaturas que defendem para o Senado são estratégicas para derrotar as piores expressões da direita no Estado do Rio de Janeiro e “uma grande oportunidade para construir formas de barrar o avanço neoliberal e conservador.”  A nota atribui à Operação Lava-Jato os prejuízos que agravaram os prejuízos à indústria nacional, o aumento do desemprego e as conquistas do programa golpista.

“A Intervenção Federal das Forças Armadas que vigora desde fevereiro, exerce grande controle social nas favelas do Rio de Janeiro, aumentando ainda mais o extermínio da juventude negra e periférica e agravando a crise social. E a Intervenção mostrou logo a que veio: a esquerda perdeu a quinta vereadora mais votada da capital, Marielle Franco, executada por defender os interesses do povo”, traz a nota em seu último parágrafo.

Doe para a campanha

Sabe aquelas campanhas que trazem a oportunidade de mudar? Sabe aquelas candidaturas inesperadas, que dão a chance de enfrentar os problemas com coragem e alegria? Assim é a candidatura de Marcia Tiburi. Estamos reunindo esforços, todo dia, para que Marcia esteja perto das pessoas e das comunidades, para que possa se apresentar e conversar com a população do Rio de Janeiro. Um trabalho sério e verdadeiro, com uma equipe engajada. Sabemos que a maneira de fazer política deve também mudar. Essa candidatura entra de cabeça na transparência e na verdade. Abrimos nosso financiamento coletivo de campanha para quem quiser e puder doar uma quantia pequena, média ou grande, e fazer parte atuante desse processo. A campanha Marcia Tiburi é para aqueles que sabem que estamos diante de uma oportunidade de resgate do Rio de Janeiro.
Marcia Governadora é você no governo.

Outro valor:
Share This