Escolha uma Página

Diante de uma plateia composta por maioria de estudantes antipetistas da UERJ, a candidata ao Governo do Estado do Rio de Janeiro pelo PT, Marcia Tiburi, provoca a esquerda fluminense, especialmente as mulheres, e convoca a militância contra o fascismo no Brasil, durante debate realizado dia 03/10, pelo Diretório Central dos Estudantes da Universidade do Estado.

A candidata criticou duramente a falta de unidade entre os partidos de esquerda e arrancou aplausos dos universitários. Para Marcia Tiburi, o sectarismo entre os partidos de esquerda prejudica as alianças entre os partidos que lutam no mesmo campo democrático e facilitam o avanço do campo anti-democrático. “Não há como não nacionalizar essas eleições. Não são eleições em condições normais. A gente está lutando contra a interrupção, em 2016, de um projeto de país. Foi por isso que eu saí do outro partido e entrei para o PT, porque eu não quero passar a vida inteira falando, eu quero fazer”, disparou a candidata contra os adversários.

“Eu não acredito em pragmatismo de segundo turno. Para mim, isso é atraso. Se nós estamos no campo das paixões políticas, sejamos coerentes. Mantenham a paixão política até o segundo turno, vão em frente, quero ver no segundo turno vocês todos votando em branco e apoiando o fascismo. Não é possível usar uma moral agora e outra depois. Acordem! Dizer ‘ele não’ é fácil, eu quero ver vocês gritando ‘ela sim’. Quero ver vocês engolirem essa pseudo-esquerda que vocês são e votarem numa feminista. Nós temos que ter coragem de bancar a democracia como eu estou fazendo”, complementou Marcia Tiburi com sonoros aplausos dos estudantes.

As estudantes Carla de Souza e Iuri de Lima vibraram com a fala de Marcia. Elas consideram que os estudantes antipetistas tentaram atrapalhar Marcia, mas não conseguiram. “Eles ouviram dela muita coisa que não queriam ouvir porque têm medo da verdade”, avaliou Carla. Iuri acredita que os antipetistas não querem lembrar tudo que Haddad e o PT já fez pela UERJ e considera que Marcia fez uma boa defesa do legado deixado por seu partido. Para o futuro cientista social Gabriel Castro, a proposta de educação integrada, unindo universidades estaduais, rede FAETEC e escolas técnicas, foi o melhor aspecto dos pronunciamentos de Marcia. Rodrigo Nogueira, futuro pedagogo, achou as propostas dos outros candidatos fora da realidade, mas gostou das propostas de Marcia.

“Ela tocou em pontos muito importantes, como os problemas do C.Ap. UERJ e do HUPE, que é unidade de referência em saúde no estado e vem sofrendo com o sucateamento. Durante essa crise da UERJ, o HUPE teve diversos leitos fechados, servidores sem salário, terceirizados sem receber. É muito positivo Marcia ter preocupação com a educação fundamental. O C.Ap. UERJ também precisa de um olhar mais cuidadoso.”, avaliou Rodrigo. Para ele, “a universidade é um polo de desenvolvimento de conhecimento, mas falta recurso para material e pesquisa. Os governos do PMDB não olharam para a UERJ como um pólo que pode auxiliar o estado a sair da crise. A universidade tem três pilares: pesquisa, ensino e extensão. Infelizmente, isso não é reconhecido hoje em dia. Eu vejo na candidatura da Marcia elementos de valorização não só da UERJ, como de toda a rede estadual, incluindo UEZO, UENF e toda a rede a FAETEC.”

Ao fim do debate, Marcia Tiburi avaliou as discussões. “Sinceramente, eu só acredito no pragmatismo já, concreto, que livre nosso país do fascismo, que lute de verdade pela democracia. Para mim, há candidatos que estão em um projeto de enrolação. Meu voto é que a gente una as esquerdas, que a gente vote Haddad, no Lindbergh e nos candidatos capazes de vencer o fascismo, o campo antidemocrático.” – disse Marcia sobre o quadro político nacional.

No plano estadual, a candidata do PT avalia que “a UERJ não pode ser tratada como uma coisa isolada. Vamos trazer a UERJ para dentro do governo. Há na UERJ uma quantidade incrível de intelectuais e pesquisadores de todas as áreas que precisam ser valorizados e que têm muito a contribuir para o resgate do Estado do Rio de Janeiro em todas as suas regiões, no processo de planejamento, de reorganização, de gestão e de reinvenção, até mesmo, desse estado. Nós precisamos revitalizar a UERJ, fazendo com que seus servidores sejam respeitados, precisamos abrir concursos públicos e acabar com o trabalho precarizado. Precisamos ter um plano de carreira unificado para todos os nossos professores, da UERJ, da UEZO e da UENF, precisamos ter autonomia universitária, econômica inclusive. Os repasses dos duodécimos têm que ser feitos e o Governo do Estado não está cumprindo a lei.”

Marcia Tiburi também tem planos para o Hospital Pedro Ernesto. Ela o considera fundamental para seu programa de governo e pretende incentiva-lo a recuperar seu protagonismo no Brasil e na América Latina. “Hoje há seis campi da UERJ pelo Estado do Rio de Janeiro, mas avançar é fundamental para que as nossas universidades cresçam ainda mais e nosso estado possa avançar também em desenvolvimento, em qualidade de vida para toda a população, em todas as áreas.” O programa de Marcia defende também uma reorganização para os transportes e mudanças nas suas formas de gestão.

Doe para a campanha

Sabe aquelas campanhas que trazem a oportunidade de mudar? Sabe aquelas candidaturas inesperadas, que dão a chance de enfrentar os problemas com coragem e alegria? Assim é a candidatura de Marcia Tiburi. Estamos reunindo esforços, todo dia, para que Marcia esteja perto das pessoas e das comunidades, para que possa se apresentar e conversar com a população do Rio de Janeiro. Um trabalho sério e verdadeiro, com uma equipe engajada. Sabemos que a maneira de fazer política deve também mudar. Essa candidatura entra de cabeça na transparência e na verdade. Abrimos nosso financiamento coletivo de campanha para quem quiser e puder doar uma quantia pequena, média ou grande, e fazer parte atuante desse processo. A campanha Marcia Tiburi é para aqueles que sabem que estamos diante de uma oportunidade de resgate do Rio de Janeiro.
Marcia Governadora é você no governo.

Outro valor:
Share This